segunda-feira, 25 de agosto de 2014

#AmorCristão

Sem querer soar SAUDOSISTA, falando de convicções cristãs, mas parece-me que 'o tempo passou e passou o tempo' em que o amor era DESINTERESSADO, vazio de segundas intenções e cheio somente de tudo o que 'era' bom; e 'era'; porque o que foi, já não o é.
Este ESVAZIAMENTO afetou a forma com que expressamos e vivemos o amor, O próprio AMOR. A maneira como vivemos JESUS, mudou. Mudança remete-nos a uma ação, mas pode ser um AVANÇO ou um RETROCESSO, e retrocedemos.
TRANSFORMAMO-NOS em algo 'não' parecido com ELE. Somos um HÍBRIDO de antigas e novas idéias, uma mistura de boas INTENÇÕES e más AÇÕES.
O tempo que veio, depois do que se foi, poderia-se dizer dele o mesmo que Cícero disse aos 79 a.C sobre o seu tempo: "Que tempos os nossos! E que costumes!"

A saga incessante das concorrências para atrair consumidores ensinou os líderes e pastores em sua maioria a viver e pregar um evangelho de mercado: "Meus" métodos mudam semanalmente uma vez que não me façam atingir "minhas" metas, e junto com os métodos, posso até mudar algum texto bíblico adaptando-o ao "meu" interesse. Quando "meus" fiéis cansarem deste ou daquele estilo de culto, eu mudo. Chamo as pessoas pra oferecer-lhes algo no "meu" culto dizendo o que haverá, quem virá e o que verão, para convencê-los a vir e ver algo feito para eles; e para ELE nada!
Aliás, ELE está em segundo plano faz tempo. Serve ao meu uso, para satisfazer meus MESQUINHOS interesses. Quero e vou usá-lo para que eu consiga o que preciso, porque o que mais preciso não é mais ELE, e sim o que ele pode me dar. Quero mesmo é olhar suas mãos porque ali pode ter algo pra mim. SUA face, SUA beleza não me atraem tanto assim. É muito esforço levantar a cabeça para olhar alguém 'mais alto' que EU e minhas vontades. ELE vem ao culto para me servir. Sinto-me no direito de pergunta-lo: "O que você tem pra mim aí hoje?" INVERTEMOS os papéis; ELE me serve!
E quando JESUS passa a ser um MEIO para que eu chegue a um FIM e não ELE o próprio FIM, fica evidente que não entendi ou esqueci a verdadeira essência do CRISTIANISMO; Quando o CULTO passa a ser um RITUAL necessário para eu receber algum BENEFÍCIO, demonstro que perdi a noção do que significa FÉ, GRAÇA e CULTO. E falando em culto, "xingamos" de CULTO estas REUNIÕES vazias de CRISTO e cheias de EGOS; CHEIAS de pessoas VAZIAS de DEUS. É muita OSTENTAÇÃO, pouca COMPAIXÃO!

A facilidade com que DESCARTAMOS modelos de eletrônicos e afins, que tornam-se ARCAICOS, é a mesma com que EXPELIMOS práticas, certezas e verdades centrais de nossa fé! ENSINAM sobre um DEUS que só cura se tiver uma toalha com suor do 'Homem de Deus'; fazem COMÉRCIO dos ingênuos 'desavisados' da fé; com HIPOCRISIA legalizam um LEGALISMO que idiotiza a fé, impondo pré-requisitos para a SALVAÇÃO como o que comer, o que beber e o que vestir, ANULANDO ou ESVAZIANDO a GRAÇA do seu significado; cantam cânticos triunfalistas que centralizam o homem em detrimento de Cristo; pregam mensagens baseadas em idéias satânicas do tipo: "...tudo te darei se prostrado me adorares.".

A sobrecarga de informações, a poluição sonora, o vai e vem dos grandes centros nos conduziram a um ATIVISMO sem precedentes. Queremos fazer nossos eventos, nossos congressos, nossas reuniões, nossas festas; trabalhamos o ano inteiro para isso e no fim pouco sobra. Fazemos muito dentro do DISPENSÁVEL e pouco dentro do ESSENCIAL e PRIORITÁRIO! Aqueles fazeres que nós definem de fato como IGREJA DE CRISTO se esvaíram. Deixamos de IR em direção ao outro, 'por todo o mundo' que nos cerca. Esquecemos que ELE dispensa nossos eventos assim como as Festas do povo do Antigo Testamento (Is 1.14), como dizia nos dias de Isaías, ainda hoje ELE diz: "Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos..." (Is 1.16)


Continua...


Em Cristo

Jean Rodrigo Batista

#Igreja

Não adianta ser igreja sem servir, ser servo sem amar, amar sem agir, agir sem sentir, sentir sem sofrer! Se você é igreja, então é um descanso pra os cansados, independente de quem sejam ou a que denominação pertençam. Se você é servo, você simplesmente serve seja quem for, até quem aparentemente é inferior a você. Se você ama, você se doa, você sofre junto, você consegue sentir. Se você sente o que o outro sente, você celebra com suas conquistas, você chora com suas perdas, você faz algo para ajudar, para minimizar a dor alheia que acaba sendo a sua também. Isto é ser igreja!
Quando pudermos sentir a dor dos pés descalços, o sofrimento da barriga roncando pela falta de alimento, a tristeza de um pai que quer mas não pode dar algo a seu filho, a humilhação de ter de pedir pra poder comer, quando pudermos sentir isso e muito mais então seremos igreja, porque aí estaremos exercendo compaixão e misericórdia! Você é igreja?

#hóspedemaldito

"Há um morador obscuro em mim. Um outro eu, vivendo através de mim, apesar de mim, vivendo por mim; um estranho que faz o que não quero; um hóspede maldito, parasita indesejado. Ele é cheio de desejos, gostos, manias, olhares - altivos, arrogantes, cobiçosos, humilhantes, interesseiros, invejosos - e vontades. Ele é carregado de amor e ódio, coragem e medo, mérito e vergonha, amargura e satisfação, humildade e orgulho, traumas, angústias, dores, decepções, sentimentos de inferioridade e superioridade. Ele planeja, maquina o mal a noite para executar de dia. Eu e ele vivemos em guerra, são batalhas sangrentas e ele tem vencido algumas pelejas, mas não a guerra!Sei muito bem das coisas que quero, e quero o bem, mas ele luta para que o querer que está em mim não se realize. Todos estes sentimentos que nele há, mesmo se contrapondo, convivem de maneira paradoxalmente harmoniosa, com a intenção de me destruir. Cada um deles é usado na hora certa, visando minha ruína, minha total derrocada. Eis aí meu pior inimigo e suas habilidades! Quem me livrará dele? Sinto que está amarrado a mim. Vive se vivo! Preciso morrer para matá-lo, e nem que este seja o meu derradeiro ato de bravura matá-lo-ei."Sinto que era isto que Paulo quis dizer no texto abaixo..."Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço.E, se faço o que não quero, consinto com a lei, que é boa.De maneira que agora já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim.Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem.Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.Acho então esta lei em mim, que, quando quero fazer o bem, o mal está comigo.Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus;Mas vejo nos meus membros outra lei, que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?"Romanos 7:15-24Em Cristo
x

#graça

Eu sou um tremendo felizardo! Tenho MUITO mais que preciso! TANTO; que sobra, transborda, não se acaba. Minhas mãos são pequenas para segurar, minhas contas bancárias seriam pequenas; e quem as poderia gerir? Meus HDs não armazenam, e nem todos os do mundo o poderiam fazer. Tenho GRAÇA de sobra!
Acordo todas as manhãs renovado, livre, limpo, RÉU PRIMÁRIO, ficha limpa a cada manhã, somente pela GRAÇA. Durante todo o dia, na minha intimidade ou na minha sociabilidade eu vivo pela graça, ando pela graça, vejo pela graça, existo e me movo SOMENTE pela GRAÇA!
Ganhei tudo isso! Não foi em um sorteio, não foi porque mereci, não foi porque orei muito, porque jejuei, porque usei determinadas vestimentas, porque deixei de comer ou beber algo, porque frequentei ou frequento determinada denominação, porque guardei algum dia santo, porque dizimei ou ofertei, porque não faltei cultos, porque cheguei sempre cedo na igreja, porque sempre fui um cristão ativo e atuante, porque cuidei com o que falei, porque li toda a Bíblia, porque abri mão de desejos pecaminosos ou porque segui doutrinas de homens. Eu simplesmente não fiz NADA para merecer e GANHEI!
Ganhei no dia em que disse a Jesus: Entra em meu coração, seja o meu Senhor, dirija meus passos, estou em tuas mãos. Desde aquele dia viver por Ele e para Ele tem sido meu foco. Tenho falhado muitas vezes em amá-lo como Ele me ama, em ser como Ele, mas a GRAÇA me abraça, ELE É A GRAÇA!
Nem sei o que dizer de tanta emoção! Isso me liberta, me desamarra, me afasta daquilo que quer tornar a me prender em algum jugo. Eu quero viver essa liberdade. Quero desfrutar desse presente! Quero desfrutar de JESUS! Quero vivê-lo, e não só hoje; quero esse amor TODO DIA e por toda a eternidade. Quando essa vida aqui terminar, quero mais ainda, quero viver com Ele no céu eternamente, lugar onde ele me levará de GRAÇA!
Romanos 5:20 - Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça;

segunda-feira, 29 de abril de 2013

TU SABES TODAS AS COISAS


*Artigo da minha esposa Luciane Moraes Batista.
Imagine a cena: Dias atrás ele negara ao seu Senhor, não penas uma, mas sim três vezes. Aquele que não poupava elogios, que estava sempre por perto, o falante, o exagerado, o impulsivo da história; este era Pedro. De acordo com suas palavras, disposto a dar a vida por Jesus, agora envergonhado por negar seu Mestre. Quem eu? Não o conheço! O que? Eu, nunca estive com esse homem! Já disse que não conheço! E o galo cantou…. Nenhum outro canto de galo trouxe tanta dor para um homem… Enquanto o galo cantava a vergonha e o arrependimento estraçalhavam o coração de Pedro. Como ele se deixara levar? Como conseguira negar seu Senhor? O mestre é crucificado, morto, e para a salvação de todos nós, vive novamente. Pedro, no entanto, não tivera nenhuma oportunidade de estar a sós com o Mestre, de encará-lo, e tentar obter seu perdão. Depois de uma longa madrugada de pesca, sem obter sucesso, O mestre vai até eles. Imagino que Pedro assentou-se o mais longe possível, não estranharia se soubesse que ele evitara olhar nos olhos do Senhor. Até o momento em que Jesus dirige a palavra para um coração ferido: Pedro, Tu me amas? Todos nós sabemos o desenrolar da trama… quero porém ater-me a resposta sincera e marcante do Discípulo:” Senhor, Tu sabes todas as coisas!” Existem dores, problemas, angústias, opressões, complexos, traumas, vergonhas, fardos que carregamos conosco e ninguém imagina. São as vergonhas com as quais temos que lidar diariamente, são os pensamentos ruins que nos atormentam, é a relação conjugal que está a deriva, o filho que se rebelou, o emprego que parece estar por um fio, as dívidas que estão a aumentar, e em meio a este vento tão forte, não sabemos o que fazer. Quem nunca desejou anoitecer e não amanhecer? Quem nunca teve a sensação de que o coração já não cabe dentro do peito? Sim, passamos por momentos que a única coisa que conseguimos pronunciar é Senhor, não sei se vou agüentar!!! O ouro dessa passagem, no entanto é para pessoas que se encontram exatamente nessa situação. O Senhor sabia a crise que Pedro estava passando, da mesma forma, sabe o que tem angustiado o teu coração. Não interessa se a madrugada de luta foi grande, se a noite parece não ter fim e suas redes continuam vazias. O Senhor deseja olhar em nossos olhos, e nos fazer lembrar da verdade que faz toda a diferença: ELE SABE TODAS AS COISAS! Enquanto diz: Senhor, Tu sabes todas as coisas, em seu íntimo Pedro diz, Mestre, mal consigo te olhar nos olhos de tanta vergonha, o remorso, o arrependimento estão acabando comigo, meu coração está em pedaços… Em meio a maior tempestade lembre-se: ELE SABE TODAS AS COISAS. Quando os piores pensamentos rondarem o seu interior, acredite :ELE SABE TODAS AS COISAS. No momento em que só lágrimas escorrem em sua face e você não sabe que direção tomar: ELE SABE TODAS AS COISAS. Confie, aquele que sabe todas as coisas, contempla sua dor. Ele não te abandonará. Ele te entende!
Luciane Moraes Batista